quinta-feira, 27 de novembro de 2008

Para Francisco







Fotos: Giuliana Fraccarolli




"Escrevi um livro e para mim ele tem um grande significado. Um livro abriga uma história e a eterniza. Um livro é memória e independe da presença de quem o escreveu. Um livro é um contador de histórias. Este livro fará o seu pai chegar até você como a garrafa com o bilhete, atravessando o tempo e o oceano. "
Cris Guerra

Fui no lançamento do livro Para Francisco lá na Saraiva, e eu, como fã do blog parafrancisco.blogspot.com não podia perder o evento, estava ansiosa para conhecer, ver de perto esta mulher, Cris Guerra que passou por muitas coisas ruins, mas transformou tudo em poesia.
Sala cheia, 99,9% de mulheres. Senhoras, crianças, mocinhas recatadas, outras estilosas em um emaranhado de perguntas para Cris, que com os olhos marejados não acreditava no que estava ali diante dela, um número grande de admiradores.
Nas respostas e no olhar eu vi sinceridade, nostalgia misturada com felicidade.A voz suave, sotaque mineiro ela é linda.
Cristiana como alguns sabem perdeu o marido Guilherme, numa morte subita há 2 anos atrás e exatamente dois meses antes de Francisco(seu filho) nascer. E para aliviar a dor deste grande amor que se foi ela começou a escrever o que sentia, a falta que doia, a saudade que quase a consumia, e pra falar com Cisco e de como seu pai era especial.
Voltou a trabalhar depois da licença maternidade, uma amiga sugeriu que ela postasse seus textos num blog, no começo ela achou a idéia meio ridícula (uma viúva e um blog?) mas enfim fez, e como uma boa leonina se expôs escancarou, cara, coração, alma, Gui e Francisco.
Foi o lançamento de livro mais singelo que já vi, não tinham pseudointelectuais, renomes e o caralho, foi foda, é lição de vida sabe, e isso que eu precisava ver e ouvir. Algumas perguntas e lágrimas nos olhos das pessoas, um clima bom.
Sai de lá com a alma lavada, e vi que por maior que sejam os problemas você pode transformá-los, externá-los de uma forma boa.
Devorei o livro em algumas horas e percebi que Para Francisco não é uma história triste, melancólica. É mais que um livro sobre o amor é um livro escrito por amor.
Como a Cris disse ela colocou as partes boas e os bons momentos com o Gui, e lógico ele também tinha muitos defeitos, mas o importante é olhar as pessoas desta forma, as coisas boas e os ensinamentos que ela deixou, afinal ela se vai, mas um pouco dela sempre fica dentro da gente.
Quando cheguei na facul minha amiga perguntou de quem era aquele livro, explique a história e sugeri que ela devorasse. Hoje de manhã ela me ligou e disse que na primeira página já começou a chorar.
É lindo mesmo.

Cheguei a conclusão que eu já me apaixonei, certeza, e durou um ano exato, no 365º dia, acabou, desmoronou e eu perdi tudo. Descobri que pode levar anos para você encontrar o que chamam de "amor da sua vida", você pode casar, descasar, e enfim encontrá-lo. Ainda bem...
Mas acima de tudo que amar é conhecer a alma , e eu quero que alguém um dia, de verdade conheça a minha.

6 comentários:

Lari Saram disse...

Ai menina, que lindo! Toda vez que leio sobre Cris Guerra e sua historia meus olhos enchem-se de lagrimas...
Historia de vida, meixmo!

bjstenhocertezaquelogologovcvaiencontrarsuacarametade

Verena Ferreira disse...

Me empresta? Quem sabe lendo eu aprendo a transformar dor em poesia também.
beijo

Vida Bailarina disse...

Lindo texto!!
E fotos também!! :)
beijo

Monica Loureiro disse...

Menina, que ótimo voce ter ido ao lançamento ! E que fotos lindas !
To louca pra ler este livro também....

Passa lá no meu Blog INVENTADEIRA DE MODA para participar de uma promoção ! Vou gostar de ler suas sugestões...

Michelle Ribeiro disse...

Não acredito que você conheceu essa mulher!!! Não vejo a hora de comprar o meu livro...

Cris Fagá disse...

Olá, tudo bem?Desculpe invadir seu espaço assim, mas não encontrei outra maneira de me comunicar com vc.
Estou aqui para pedir sua ajuda para uma campanha que o instituto que frequento está fazendo.
É uma coisa simples, que só consiste em vibrar para que haja AMOR, COMPAIXÃO E PAZ entre todos os seres do Universo. Postei a mensagem na íntegra no meu blog.
Se você puder e quiser compartilhá-la, dividí-la com o mundo, eu agradeço. Fique à vontade para copiar e colar.
Somente peço a gentileza de creditar os méritos ao TADASHI que é o pai desta idéia.

http://fagga.blogspot.com/2009/03/que-haja-amor-compaixao-e-paz-entre.html

Acredito que, quanto mais pessoas lerem a mensagem, mais pessoas serão alcançadas por esta vibração .
Obrigada,
Cris
P.S Mais uma vez desculpe invadir seu espaço assim, mas eu não tinha outra maneira de me comunicar com vc.